Notícias

Atividades alternativas podem ajudar a tratar a depressão

Por Aline Campolina/Itatiaia , 11/11/2019 às 08:05
atualizado em: 11/11/2019 às 08:07

Texto:

Foto: Pixabay
Pixabay

Atividades alternativas podem ser uma ótima saída para o tratamento da depressão. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que mais de 300 milhões de pessoas, de todas as idades, sofram com o transtorno. Ainda de acordo com a OMS, a depressão é a principal causa de incapacidade mundial e contribui de forma importante para a carga global de doenças.

Recentemente um estudo publicado pela revista americana Fast Company revelou resultados bastante positivos no combate a doença após médicos do Reino Unido receitarem atividades de jardinagem aos pacientes. Neste caso, o contato com a natureza teria feito bem à saúde das pessoas depressivas.

Médico no hospital Madre Tereza, em Belo Horizonte, Dário Martins diz que a depressão é a doença do mundo moderno e existem outras saídas seguras para tratar o transtorno a não ser o medicamento. “Eu acho que não adianta tomar remédio se você não toma alguma iniciativa, como atividade física, lazer, jogar bola, trabalhar o artesanato, etc. Tudo que é fácil você tem que desconfiar. Se você toma um comprimido com água e acha que isso vai mudar a sua vida inteira, que há anos vem de maneira errada, é uma ilusão”, ressalta.

A exemplo do estudo publicado na revista americana, o médico destaca um projeto no hospital Madre Tereza, que é a criação de uma horta, onde o paciente  ocupa a mente com uma atividade diferente e relaxante. “Aqui, no meu consultório, eu converso com meus pacientes sobre as causas da depressão e, além de falar, eu levo o paciente até um lugar onde ele possa mexer na terra, onde ele vai plantar e colher. Qualquer atividade que desligue seu cérebro desse mundo tão acelerado vai te fazer bem. Isso realmente tem um efeito muito benéfico. A gente tem que desacelerar e acreditar que estamos pagando com a vida esse insucesso”, explica o doutor.

Outras atividades podem contribuir para resultados positivos no tratamento contra a depressão, como dança, pintura, esportes, etc. “Isso faz muito bem para o seu humor, diminui a depressão e aumenta a qualidade de vida”, conclui Dário Martins.
 
Diagnóstico

De acordo com o Minisrério da Saúde, o diagnóstico da depressão é clínico, feito pelo médico após coleta completa da história do paciente e realização de um exame do estado mental. Não existe exames laboratoriais específicos para diagnosticar depressão.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Campeonato Mineiro Coimbra x América

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽Boliviano irá desembarcar em Belo Horizonte nesta terça-feira, às 11h30

    Acessar Link