Notícias

Coisas da vida

Por Itatiaia, 21/10/2019 às 16:12
atualizado em: 21/10/2019 às 16:13

Texto:

00:00 00:00

Já escondi um amor com medo de perdê-lo, já perdi um amor por escondê-lo.  

Já segurei nas mãos de alguém por estar com medo, já tive tanto medo ao ponto de nem sentir minhas mãos.  

Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.  

Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.

Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou,  já tive tanta certeza de mim ao ponto de querer sumir. 

Já menti e me arrependi depois. 

Já fingi não dar importância a pessoas que amava, para mais tarde chorar quieto em meu canto. 

Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir. 

Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam. 

Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.

Já tive medo do escuro, hoje, no escuro me acho, me agacho, fico ali. 

Já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais. 

Já chamei pessoas próximas de amigo e descobri que não eram. Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.

Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão. Sou sempre eu mesmo. Mas, com certeza, não serei o mesmo para sempre. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link