Notícias

Corpo de Bombeiros alerta para uso de celular em cachoeiras e dá dicas para banhistas

Por Redação , 11/11/2019 às 16:21
atualizado em: 11/11/2019 às 16:42

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Divulgação
Divulgação

Em época de muito calor em Minas, as cachoeiras têm um aumento considerável de frequentadores e é preciso cuidado para que o passeio seja tranquilo, sem acidentes, ferimentos e até mortes.

De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, tenente Pedro Aihara, o uso de celular pelos banhistas tem sido uma nova ameaça e causado muitos acidentes. “Hoje em dia, é muito comum as pessoas quererem tirar selfie e às vezes acabam se distraindo e caindo. Essa queda é especialmente complicada porque, além de a pessoa poder se afogar em decorrência da queda, pois às vezes ela tem alguma lesão no momento em que entra em choque com a pedra, existe também o dificultador, porque vias de regra [as cachoeiras] são lugares de difícil acesso onde um socorro vai demorar mais a chegar.”

Aihara afirma que nunca deve-se pular para mergulhar de ponta. “Muitas vezes as cachoeiras tem relevo irregular. Então, às vezes, um ponto tem uma profundidade adequada para um pulo, mas a 50, 60 centímetros tem alguma pedra, algum obstáculo. Se você for pular, sempre entre na água, verifique a profundidade e nunca pule de ponta, sempre pule com o maior cuidado porque a possibilidade de você ter uma lesão na coluna é reduzida se você tem esse tipo de precaução.”

O tenente ressalta ainda que o precaução é sempre o melhor remédio e dá algumas dicas para aproveitar esses passeios com o máximo de consciência:

- não estar alcoolizado;

- estar sob supervisão de outras pessoas, para que elas possam ajudar em caso de perigo;

- usar boias ou coletes, caso não saiba nadar. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link