Auto Truck CPM Interno

Notícias

Elias diz que Mancini devolveu intensidade no Horto: ‘Pediu para resgatar o DNA do Atlético’

Por Redação, 21/10/2019 às 16:35
atualizado em: 21/10/2019 às 23:20

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Na estreia diante da torcida do Atlético, o técnico Vagner Mancini conquistou a sua primeira vitória à frente da equipe, no triunfo por 2 a 0 sobre o Santos, nesse domingo (20), no Independência. Mais do que o resultado positivo, o time alvinegro mostrou mais competitividade e a defesa voltou a passar ilesa após 17 jogos seguidos sofrendo gol. O volante Elias destacou o papel do novo treinador no placar.

“Intensidade. Ele pediu para que a gente pudesse resgatar o DNA do Atlético jogando dentro de casa. Ser intenso, agressivo e pressionar a marcação. O torcedor gosta é disso, todo jogo a gente tem que aplicar isso e, claro, tecnicamente ir melhorando e retomando a confiança para melhorar o futebol”, disse o jogador.

Antes da partida contra o CSA, em Maceió, que marcou a estreia de Mancini no Atlético, o treinador já havia avisado qual era o estilo que gostaria de implantar na equipe. “Talvez o torcedor ainda não veja neste jogo diante do CSA aquilo o que eu penso sobre futebol. Porque uma mudança sempre demora um pouquinho. Mas, com certeza, a torcida vai ver um time agressivo e intenso, que é a marca do Galo”, observou.

Com o resultado, o Atlético voltou a vencer após cinco rodadas no Campeonato Brasileiro. A equipe se manteve na 12ª posição, com 35 pontos, abrindo sete para a zona de rebaixamento e ficando a nove de distância para o G6.

Elias evitou projetar uma pontuação nas últimas 11 rodadas para o Atlético voltar à briga por uma vaga na Libertadores. O pensamento será jogo a jogo. O próximo desafio será contra o São Paulo, quarto colocado, domingo, às 16h, no Morumbi.

“Estamos lá em baixo, não queríamos. Passamos por um período difícil e estamos tentando sair. Vamos em busca só dos três pontos no próximo jogo. Lá na frente vamos juntar os pontos que a gente ganhar e ver se a gente merece uma pré-Libertadores ou uma Libertadores. O objetivo era esse, nós deixamos cair e agora vai depender da gente para poder recolocar o Atlético no caminho”, finalizou.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link